quinta-feira, 17 de abril de 2014

BOMBEIROS DE DIAMANTINA MINISTRAM PALESTRA PARA FUNCIONÁRIOS DE ESCOLA INFANTIL

Bombeiros do 3º Pelotão de Diamantina ministraram um Curso de Combate a Princípio de Incêndio para 18 (dezoito) funcionários da Escola Infantil Acalanto, em Diamantina, nos dias 11 e 12 de abril de 2014, com carga horária de 11 horas/aulas, em conformidade com a Resolução n. 469 de 09/07/2012 do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais.

Foto: Divulgação

O objetivo do curso é propiciar à comunidade, conhecimentos para a atuação em princípios de incêndio, com vistas a debelar ou minimizar os danos materiais e a preservar a incolumidade das pessoas.


Os funcionários da escola passam a contar com conhecimentos que proporcionarão aos alunos mais segurança, dando maior ênfase na prevenção de acidentes domésticos.

Assessoria de Comunicação do 7º BBM – Diamantina-MG

segunda-feira, 14 de abril de 2014

DIVULGADA PROGRAMAÇÃO 4º FESTIVAL DE ANIMAÇÃO E ARTE

O Grupo de Teatro Anim’Art divulgou na noite desta segunda-feira (07/04) a programação oficial do 4º Festival de Animação e Arte, evento que é realizado a 4 anos em Capelinha-MG.


Foto: Divulgação
Neste ano, estão sendo montados 4 espetáculos com alunos(as) de escolas estaduais e particulares de Capelinha, que estarão participando do “Concurso Escolar de Teatro”, as apresentações do concurso será do dia 05 ao dia 08 de maio, com entrada livre.

A Cia Teatral Ícaros do Vale de Araçuaí e o Cia Insólito de Teatro de Teófilo Otoni, também apresentarão no festival, nos dias 09 e 10 de maio, mas como espetáculos convidados. Os ingressos para os espetáculos convidados serão vendidos a R$10,00, por seção.
Confira a programação:
CONCURSO ESCOLAR DE TEATRO
         Espetáculo
        Dia
Horário
        Local
CINDERELLA
05/05 (segunda-feira)
19h30
Espaço Ativa Idade
VOZES
06/05 (terça-feira)
19h30
Espaço Ativa Idade
QUEM ME ROUBOU DE MIM?
07/05 (quarta-feira)
19h30
Espaço Ativa Idade
AMOR DE LISBELA
08/05 (quinta-feira)
19h30
Espaço Ativa Idade

ESPETÁCULOS CONVIDADOS
         Espetáculo
        Dia
Horário
        Local
TENUE (Cia Insólito)
09/05 (sexta-feira)
19h30
Espaço Ativa Idade
TERRA (Cia Ícaros do Vale)
10/05 (sábado)
19h30
Espaço Ativa Idade
Os ingressos para as apresentações estarão disponíveis a partir do dia 16 de Abril na Layout Gráfica e Papelaria, Secretaria de Cultura e Turismo e Espaço Ativa Idade.
No dia 11 de Maio acontecerá a cerimônia de premiação do concurso escolar de Teatro.  Maiores informações: Clique Aqui!


Fonte: Grupo de Teatro Anim'Art grupodeteatroanimart.wordpress.com

ABERTAS INSCRIÇÕES PARA CURSOS TÉCNICOS E SUPERIORES DO IFNMG. VAGAS PARA O VALE

São 405 vagas em Almenara, Arinos, Januária, Montes Claros e Pirapora. Inscrições vão até 9 de maio.

 

Estão abertas inscrições para processo seletivo dos cursos técnicos e vestibular para os cursos superiores do Instituto Federal do Norte de Minas Gerais (IFNMG). Todos os cursos são gratuitos e as inscrições devem ser feitas até 9 de maio.

Serão ofertadas 350 vagas para cursos técnicos. Podem se inscrever quem está na 2ª ou 3ª série do ensino médio (modalidade concomitante) e também quem já concluiu o ensino médio (modalidade subsequente).

Os cursos técnicos são nas áreas de Administração, em Almenara; Meio Ambiente, em Arinos; Enfermagem e Informática, em Januária; Segurança do Trabalho e Eletrotécnica, em Montes Claros; Edificações, Segurança do Trabalho e Administração, no campus de Pirapora.

Para os cursos superiores são ofertadas 55 vagas, nas áreas de Agronomia, em Arinos; Sistemas de Informação, em Pirapora; Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, em Almenara, e Bacharelado em Administração, em Pirapora.

Para os candidatos dos cursos técnicos serão cobradas taxa de R$ 10,00 e os dos cursos superiores, a taxa é de R$ 25,00. Pessoas oriundas de famílias de baixa renda poderão solicitar a isenção dessas taxas até o dia 22 de abril, conforme edital.

Para os dois processos de seleção incorrerá o sistema de reserva de vagas, sendo 50% das vagas para estudantes vindos da rede pública de ensino, e 5% para pessoas com deficiência.

Os cursos superiores também selecionarão alunos por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) 2/2014, do Ministério da Educação (MEC) – sendo 50% das vagas para cada processo de seleção. Somente poderão participar da próxima edição do Sisu quem participou do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2013.

Os cursos superiores do campus Januária, Licenciatura em Física e Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas preencherão 100% das vagas para o segundo semestre deste ano apenas por meio do Sisu.

Para as provas do vestibular duas obras literárias serão cobradas como pré-requisito para as provas de Literatura; “O navio negreiro” e “A canção africana”, de Castro Alves; e “Clara dos Anjos”, de Lima Barreto.

As provas do vestibular estão previstas para o dia 25 de maio, no domingo, e as do Processo Seletivo, para o dia 1º de junho, também domingo.

Maiores informações na página do instituto.


Via G1 Minas

17ª COPA INDÉ: MINAS NOVAS GOLEIA POR 12 A 0 SELEÇÃO DE ARICANDUVA. APARECIDA E NOVA PATRIA EMPATAM E 0 A 0

No sábado, dia 12 de abril, o Bonsucesso de Minas Novas foi arrasador e aplicou uma sonora goleada na Seleção de Aricanduva: 12 x 0, com 5 gols do Pulguinha, 4 do Lim, 2 do Eduardo e 1 do Bruno.
 
Equipe do Bonsucesso, de Minas Novas


A rodada prosseguiu no domingo com um jogo entre as duas equipes finalistas da última edição (16ª) da Copa Independente: Aparecida (atual campeã) X Nova Pátria de Angelândia (atual vice). As equipes já estavam classificadas para a próxima fase e disputavam o primeiro lugar do grupo A. O placar não saiu do zero a zero e, assim, o Nova Pátria ficou em primeiro, com 7 pontos, e o Aparecida em segundo com 5.

A equipe Bonsucesso de Minas Novas está invicta na competição, no entanto está em terceiro lugar do grupo com apenas 3 pontos devido uma punição e perda de 4 pontos por ter usado um atleta irregular na partida contra o Nova Pátria de Angelândia. A equipe ainda tem chances de classificação como um dos melhores terceiros lugares.

No próximo final de semana será conhecida as equipes classificadas do grupo B. Veja os confrontos:

20 de abril - (Domingo)

14h: ATLÉTICO DO APARECIDA X COMETA
16h: SERRANO (ITA) X IMPÉRIO

domingo, 13 de abril de 2014

MINAS NOVAS-MG: PRESOS CAVAM BURACO MAIS UMA VEZ EM CELA PARA FUGIR, MAS SÃO INTERCEPTADOS POR AGENTES PENITENCIÁRIOS

Agentes Penitenciários descobrem outro plano de fuga durante banho de sol. Cadeia não oferece condições mínimas de segurança.


Foto: Ilustrativa
Parece noticia repetida, mas outra tentativa de fuga foi registrada na cadeia municipal de Minas Novas-MG. Na última quinta-feira (10/04/14), presos cavaram um buraco na parede da cadeia, que já havia sido tampado após fuga em março/2013 (ver aqui). É a sexta tentativa de fuga em pouco mais de um ano. Nesse período, sete presos já fugiram da cadeia, que já chegou a ser interditada pela justiça (ver aqui).


Veja Mais:

Dois presos fogem da cadeia de minas novas. É a quarta fuga em menos de um ano (11/03/2014)

Presos fogem da cadeia de minas novas (01/04/2012)

Absurdo! Outra fuga é registrada na cadeia de minas novas (03/12/2012)

Preso foge da cadeia de minas novas. Juiz determina interdição da cadeia local (22/10/2012)


O que impressiona é a falta de segurança que a cadeia apresenta. Os presos cavaram um buraco no mesmo local onde já havia ocorrido outras fugas. A situação da cadeia de Minas Novas é vexatória. O prédio não oferece condições mínimas de segurança. Agentes penitenciários reclamam da falta de estrutura, de segurança e das condições de trabalho.

A justiça já determinou a interdição da mesma em 2012. Porém o Estado recorreu da decisão em segunda instância e conseguiu liminar para que a mesma continuasse a funcionar.


Dentro da cela onde estava sendo cavado o buraco, estão quatro presos de alta periculosidade, dentre eles autores de homicídios qualificados. 

quarta-feira, 9 de abril de 2014

1ª CONFERÊNCIA MUNICIPAL SOBRE O SANEAMENTO BÁSICO DE TURMALINA-MG, DIA 25/04/14

Acontecerá em Turmalina-MG, Alto Jequitinhonha a 1ª Conferência Municipal, que discutirá o Plano Municipal de Saneamento Básico, será realizado no auditório da Prefeitura Municipal, na Av. Lauro Machado, 230, no dia 25/04/2014, a partir das 09:00 horas.


Maiores informações:
Secretaria Municipal de Saúde
(38) 3527-1257
(38) 9132-6639

05 ARTISTAS DO VALE ESTÃO ENTRE OS PRÉ-CLASSIFICADOS PARA O PRÊMIO DE MÚSICA DAS MINAS GERAIS

O Estado de Minas Gerais é o segundo estado mais populoso do Brasil, com quase 20 milhões de habitantes. A terceira edição do Prêmio de Música das Minas Gerais acontece no ano de 2014, revelando novos talentos da música no Estado.
 
Classificados Diamantina. Clique para ampliar
Foi criado um único edital de seleção, com divulgação em todo o Estado, por meio do qual serão selecionadas 60 bandas participantes, com curadoria do músico Emilio Pieroni. Entre as premissas básicas para redação do edital, tem-se que o tema para as composições é livre, mas somente serão aceitas músicas compostas na língua portuguesa. Não serão aceitas músicas instrumentais. Cada grupo artístico poderá inscrever somente uma música e as composições deverão ser inéditas (obra musical que nunca tenha sido gravada) e originais (“que não advir de plágio total ou parcialmente, adaptação ou citação poética de outros autores”).

As bandas selecionadas serão divididas em 4 cidades, sendo, portanto, 15 grupos por município, que apresentarão a música concorrente em evento aberto ao público, em praça da cidade.

Para compor o júri serão convidados músicos e artistas de diversas cidades mineiras. A premiação, que consiste na gravação de um CD coletivo do Prêmio, será dada aos 12 primeiros colocados.  Além da participação no CD, os três primeiros colocados serão premiados com uma quantia em dinheiro. Os CDs serão distribuídos para os participantes do júri, imprensa e envolvidos no mercado musical.

CIDADES

O projeto tem abrangência para grupos musicais dos 853 municípios mineiros. Contudo, foram selecionadas para a edição 2014, 5 cidades que irão sediar as etapas classificatórias e a grande final:

• Etapa Diamantina – MG
Dia 26 de Abril de 2014 - Praça do Mercado Velho - 21:00 - 23:00

• Etapa Uberlândia – MG
Dia 17 de Maio de 2014

• Etapa Montes Claros – MG
Dia 26 de Julho de 2014

• Etapa Pará de Minas – MG
Dia 30 de Agosto de 2014

• Grande Final Sete Lagoas – MG
Dia 20 de Setembro 2014

PREMIAÇÃO

A premiação para os primeiros, segundos e terceiros lugares de cada etapa classificatória nas cidades de Diamantina, Uberlândia, Montes Claros e Pará de Minas, consistirá na participação de uma faixa para o CD.

Com tiragem de 3.000 unidades, o CD terá distribuição gratuita, sendo que os ganhadores dos primeiros lugares receberão 200 unidades cada, os segundos 150 unidades cada, os terceiros 100 unidades cada.

Entre os 12 classificados para a grande final em Sete Lagoas, será oferecida a seguinte premiação para os primeiro, segundo e terceiros lugares:

1º Lugar R$ 10.000,00 (dez mil reais)
2º Lugar R$ 7.000,00 (sete mil reais)
3º Lugar R$ 3.500,00 (três mil e quinhentos reais)

PARTICIPANTES


Um dos classificados para o prêmio é o minasnovense Ivan Pestana, que recentemente lançou seu segundo disco, intitulado “Meu Canto” (ver aqui). O artista fanadeiro já disponibilizou o download do cd. Para baixar/ouvir o cd clique aqui.

DONO DA FIRV CONSULTORIA É CONDENADO PELA JUSTIÇA MINEIRA

O proprietário da empresa Firv Consultoria e Administração de Recursos Financeiros, Thales Emanuelle Maioline, natural de Araçuaí-MG, foi condenado pela Justiça a cumprir sete anos de reclusão e a pagar 113 dias-multa pelos crimes de obtenção de vantagem ilícita (artigo 171 do Código Penal Brasileiro) e de falsificação (artigo 304, do CPB). Ele foi o principal responsável por causar prejuízos financeiros a centenas de investidores, em aproximadamente 14 cidades brasileiras. A decisão é do juiz da 4ª Vara Criminal de Belo Horizonte, Milton Lívio Lemos Salles, e será publicada no Diário do Judiciário eletrônico (DJe) nesta segunda-feira, 7 de abril.

Foto: Divulgação
Os bens do empresário, incluindo veículos, imóveis e valores financeiros bloqueados em bancos, foram apreendidos e ficam à disposição da Justiça do Trabalho, já que existem pedidos judiciais de penhora. Os danos causados às vítimas não serão reparados, já que foi impossível mensurar a quantidade de vítimas dos crimes. O investidor foi, ainda, absolvido do crime previsto no artigo 288 do CPB, que prevê pena por associação de três ou mais pessoas para cometer crimes.

De acordo com a denúncia do Ministério Público estadual, Thales Emanuelle Maioline praticou estelionato, de forma continuada, e obteve vantagem de cerca de R$ 100 milhões. Ainda segundo a denúncia, ele causou prejuízos a mais de 2 mil investidores após captar recursos e iludir pessoas com promessas de altos rendimentos no mercado financeiro. Muitas vítimas chegaram a vender os próprios bens, imóveis e veículos, para aplicar no negócio, com a ilusão de que estavam fazendo investimento na bolsa de valores. Para tentar encobrir a prática de crime, em meados de 2010, o empresário falsificou um extrato bancário que simulava a existência de R$ 95 milhões em sua conta.

O juiz Milton Lívio Lemos Salles confirmou que Thales Emanuelle Maioline arquitetou e executou, de 2006 a julho de 2010, um empreendimento no sentindo de captar ilicitamente recursos “de considerável número de pessoas, atraídas pela falaciosa promessa de vultosos e seguros rendimentos”. Segundo o magistrado, o empresário sempre fazia pagamentos dos rendimentos com o próprio capital investido inicialmente pelas vítimas e, ainda, com o dinheiro dos novos clientes. O juiz também destacou que o acusado chegou a remeter dinheiro para o exterior, comprovando a intenção de ocultar o crime. “Não se pode perder de vista a informação da existência de US$ 212 mil em conta criada por ele no Principado de Liechtenstein”, disse.

O empresário deverá cumprir a pena em regime semiaberto, já que não é reincidente e sua condenação não excedeu oito anos de prisão, conforme o artigo 33, parágrafo 2º, do CPB. Por ser de Primeira Instância, cabe recurso dessa decisão.

Via Assessoria de Comunicação Institucional – Ascom

MINAS NOVAS RECEBE O 2º ENCONTRO DO PROJETO “VIOLÊNCIA SEXUAL NÃO!”, DIAS 11 E 12/04


Nos dias 11 e 12 de abril, a Oficina de Imagens irá realizar o segundo encontro formativo do Projeto Violência Sexual Não!. Cerca de 70 pessoas (entre adolescentes e educadores) vão se reunir no Grande Hotel de Minas Novas para discutir questões que envolvem o universo da sexualidade e dos direitos sexuais de crianças e adolescentes.

Combate à Exploração Sexual em Minas Novas, em 2012. Foto: Eduardo Borges
Além da discussão sobre direitos sexuais, haverá uma conversa com o arte-educador Will Nascimento, de Pedra Azul (MG), sobre a Rede de Jovens Comunicadores do Semiárido Mineiro e sobre sua trajetória de participação na defesa dos direitos infanto-juvenis.

O Violência Sexual Não! é uma realização da Oficina de Imagens com o apoio do Fórum Interinstitucional de Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes do Estado de Minas (FEVCAMG), em parceria com o Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (CEDCA) e financiamento do Fundo Estadual da Infância (FIA). O projeto visa fortalecer a rede de enfrentamento à violência sexual contra crianças e adolescentes por meio da formação e participação de jovens e do uso das mídias.

Texto: Oficina de Imagens.
Foto: Eduardo Borges

segunda-feira, 7 de abril de 2014

DIAMANTINA: VEREADORES VÃO INVESTIGAR COMPRA DE PAPEL HIGIÊNICO

Prefeitura pagou por rolos de 60 m, mas levou de 30 m

A entrega de 10 mil rolos de papel higiênico de 30 metros, metade do tamanho previsto em edital aberto pela Prefeitura de Diamantina, pode levar a Câmara a abrir uma CPI para investigar todos os processos licitatórios desde o ano passado.

Indícios. Vereadores vão analisar se há suspeita de irregularidade em licitação para 
justificar CPI

O questionamento é do movimento SOS Diamantina, que levou ao conhecimento do Legislativo a falha na entrega dos 10 mil rolos de papel higiênico, um dos 41 itens do Processo Licitatório 54, de 2013.

O presidente da Comissão de Licitações, Carlos Meira, afirma que houve “desencontro de informações” no edital. “Houve erro no valor de referência do produto. Já tomamos medidas para solucionar o problema”, diz Meira, que não sabe se o produto chegou a ser estocado.

Para o advogado do movimento SOS Diamantina, Renato Wagner da Cunha, houve danos aos cofres públicos. “Foi contratada uma quantidade de produtos e entregue uma quantidade menor”, afirma.

O presidente da Câmara, Maurício Maia (PSDB), prometeu instalar na próxima segunda-feira uma comissão para averiguar “se há alguma coisa irregular”. Caso a irregularidade seja constatada, o Legislativo poderá abrir uma CPI para investigar as licitações da prefeitura do município.

O movimento SOS Diamantina critica ainda um suposto direcionamento nos procedimentos licitatórios na cidade. “A gente pede que sejam apurados todos os procedimentos desde 2013. Percebemos que grande quantidade de contratos em que empresas ligadas ao vice-prefeito, Cássio Moreira Marques, venceu o processo”, esclarece Renato.

As empresas citadas pelo advogado são o hipermercado Marques Center e a padaria Mãe e Filho, que são propriedade de irmãos do vice-prefeito, que é também secretário de Governo da prefeitura. O presidente da Comissão de Licitações do Executivo confirma que as empresas já venceram licitações no município, mas não vê ilegalidade na ação. “É mentira que as licitações estejam sendo direcionadas. O processo é aberto e participam empresas de todo o Estado”, defende.

Parentesco

Ligação. Funcionários do hipermercado Marques Center e da padaria Mãe e Filho confirmaram à reportagem que os proprietários são irmãos do vice-prefeito Cássio Moreira Marques.


Por Lucas Pavanelli, Jornal O Tempo

CRISE NAS USINAS DE ÁLCOOL E AÇÚCAR AUMENTA DESEMPREGO NO VALE DO JEQUITINHONHA

A crise que se abateu sobre diversas usinas de açúcar e álcool no país faz aumentar o desemprego no Vale do Jequitinhonha. No passado, anualmente, milhares de trabalhadores saíam da região para trabalhar no corte de cana em São Paulo. Nos últimos anos, a quantidade de pessoas enviadas para as usinas de álcool e açúcar diminuiu de maneira significativa. A consequência é que, hoje, grande parcela dos ex-cortadores de cana do Jequitinhonha está desempregada.

André Felipe e José Reinaldo: sem emprego no corte de cana em 
São Paulo, ganham a vida trabalhando como mototaxistas em Araçuaí.


“O grande problema é que, além da falta de emprego, aqui chove muito pouco. Os agricultores familiares tentam produzir, mas não conseguem por causa da seca”, diz o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Araçuaí, Antonio das Graças Pires da Silva. Segundo ele, já chegaram a sair do Vale do Jequitinhonha, por ano, cerca de 30 mil trabalhadores para o trabalho no corte de cana nas usinas no interior de São Paulo, principalmente na região de Ribeirão Preto. Os homens costumavam ir nos meses de março e abril (início da safra). Deixavam para trás as mulheres, as “viúvas da seca”, mas, mesmo à distância, os cortadores de cana movimentavam a economia no vale, enviando remessas para garantir o sustento da família que ficou em casa.

“As próprias empresas que mandavam os ônibus para levar o pessoal. Mas, ultimamente, as firmas não enviam mais o transporte. Os trabalhadores que desejam ir para São Paulo precisam viajar por conta própria”, diz Antônio das Graças. “Já chegaram a sair 200 ônibus de trabalhadores da cidade em poucos dias”, lembra o presidente do sindicato. Segundo ele, com a redução da oferta de postos de trabalho nas usinas de açúcar e álcool, uma alternativa para os moradores do Vale do Jequitinhonha é procurar ocupação na construção civil em Belo Horizonte, São Paulo e Rio de Janeiro.

QUALIFICAÇÃO 

Também aumentou a migração para as lavouras de café do Sul de Minas. No entanto, a falta de qualificação ainda é um obstáculo para muitas pessoas do meio rural, onde muitos estão vivendo exclusivamente dos benefícios do programa Bolsa-Família.

André Felipe Alves de Souza, de 25 anos, solteiro, morador de Araçuaí já viajou para o corte de cana na região de Ribeirão Preto por cinco vezes, na primeira delas com 18 anos. Hoje, com a redução da oferta, tenta ganhar a vida como mototaxista em Araçuaí. Outro ex-cortador de cana que tenta sobreviver como mototaxista em Araçuaí é José Reinaldo Marcelo Santana Júnior, de 26. Ele viajou para o corte de cana durante três anos e trabalhou em usinas no Paraná e em São Paulo. “Por mais que o trabalho fosse sofrido, dava para a gente ganhar alguma coisa”, diz José Reinaldo, que comprou a moto com o dinheiro que conseguiu juntar nas usinas. Ele disse que no transporte alternativo ganha entre R$ 400 e R$ 700 por mês.

Por Luiz Ribeiro, Estado de Minas

DEGRADAÇÃO DO RIO JEQUITINHONHA SUFOCA COMUNIDADES E MATA COSTUMES

Modo de vida dos quilombolas está ameaçado e os cânticos das lavadeiras estão desaparecendo.

Cicatriz no Vale do Jequitinhonha: garimpo clandestino contamina com dejetos
humanos manancial que é a marca de toda uma região


Serro – Doenças, redução da oferta de água para consumo e queda da geração elétrica são o resultado de anos de degradação das bacias hidrográficas e de uma rede de nascentes desamparada. Mas, no município do Serro, no Vale do Jequitinhonha, despejos de esgoto doméstico, comercial e detritos de matadouros nos mananciais produzem uma devastação que extrapola o prejuízo ambiental: começa a degradar a cultura de povos tradicionais, na bacia em que convivem um dos maiores bolsões de pobreza do país e expressões culturais das mais ricas e genuínas. A devastação do Jequitinhonha, cenário que inspira música, artesanato e formas de cultivo, avança em direção à cabeceira, que começa a ser castigada pouco mais de um quilômetro depois de brotar nos chapadões do cerrado mineiro, onde o rio começa sua saga de mazelas ambientais e sociais até chegar à Bahia e desaguar no mar, na altura do município de Belmonte.


O isolamento manteve praticamente intocada a nascente do Rio Jequitinhonha, no Serro, a 320 quilômetros de Belo Horizonte. Mas o córrego de águas translúcidas, que é imagem presente na cultura local, desce sem a ação nociva do homem por apenas 1.300 metros. Já nessa altura, o igarapé precisa transpor a canalização do aterro da rodovia BR-259, onde recebe resíduos carreados da via, como combustível, óleo e cargas que vazam pelas canaletas de drenagem. Passados mais 10 quilômetros, a paisagem da nascente dá lugar ao fluxo intenso de esgoto do distrito de Pedro Lessa, que é carregado pelo Córrego Acabassaco e mancha o manancial com mais poluentes.

A derrubada das matas que levavam até a área da nascente do Rio Jequitinhonha e o lançamento de esgoto, lixo e animais mortos no Córrego Acabassaco afetaram o modo de vida de quilombolas da região, como os descendentes de escravos fugidos ou alforriados do povoado do Baú, a 35 quilômetros da sede do município do Serro. Homens e mulheres da comunidade atravessavam as trilhas no mato pela nascente do Jequitinhonha para caçar, coletar frutas e ir a outros povoados. Nas margens do Acabassaco, se reuniam para lavar roupas, utensílios domésticos e obter água para beber e cozinhar.

Nos últimos anos, o mau cheiro e a imundície têm descido as corredeiras do Córrego Acabassaco com cada vez mais volume, o que afastou os quilombolas de muitas de suas atividades. “A gente se juntava para lavar roupa no rio, cantando as canções que os antigos nos ensinaram. Mas agora, se a gente usa essa água fica com dor de barriga, adoece e pega mancha na pele”, reclama uma das líderes da comunidade do Baú, a lavradora e artesã Clemilde da Conceição Reis Vitor, de 56 anos. “A gente só cantava quando ia para a plantação e um ajudava o outro ou na beira do rio. E isso está acabando”, lamenta.

Moradora de remanescente de quilombo sobre o córrego que agora os habitantes evitam: vidas desviadas
Outro problema é o êxodo impulsionado por problemas como esses. “Nossos jovens estão indo embora. Não querem ficar onde não dá para plantar e onde a gente não tem tantas opções”, lamenta a artesã Vera Vicentina da Conceição Paulino, de 50. Só na casa dela seis filhos emigraram para São Paulo, atrás de mais oportunidades de vida, abandonando suas raízes. “Antigamente, a gente passava por uma estrada de terra para chegar à nascente do Rio Jequitinhonha. Hoje tem asfalto. As fazendas e a cidade estão derrubando as matas que a gente conhecia. Os pássaros que a gente via e depois bordava nas colchas e panos, os peixes que enfeitavam nossas rendas, tudo está acabando aos poucos. Como é que uma pessoa que nunca viu um pássaro vai bordar um?”, indaga Vera.

Quem pede aos quilombolas para ouvir um pouco de suas canções descobre que muitos não sabem mais as letras e os ritmos, apesar de alguns se mostrarem visivelmente tímidos, o que é típico daquele povo. Para essas ocasiões, mandam chamar o agricultor Luiz de Gonzaga Costa, de 59, um dos que ainda sabem os catopês, congados e canções tradicionais do Baú, porque os canta quando há festejos nas comunidades vizinhas ou reuniões no centro comunitário construído na comunidade.

Basta que Luiz entoe os primeiros versos, de frente para a pinguela que atravessa o Córrego Acabassaco, para atrair a atenção de quem está disperso: “Minha virgem do Rosário, hoje é o vosso dia/ que iremos festejar com prazer e alegria”. Outra canção, que mistura frases de origem africana a um manso sotaque caipira, faz alguns recordarem tempos passados, nas vozes de pais e avós: “No caminho do sertão/ Encontrei Mané João/ Com seu laço na garupa/ Tocando sua boiada/ Ê, kombiendi. A, kombiendá. Nangá-iangá, nocalungá/ Ê, kombiendi. A, kombiendá”. Se depender do agricultor, as canções continuarão a ser transmitidas, por serem muito importantes. “Esses catopês são nossos, aqui do povoado do Baú e do Ausente. Então, não podem acabar enquanto a gente estiver aqui”, disse, como quem teme que uma fonte muito importante seque de repente.

Veja a reportagem em vídeo


Por Mateus Parreiras (texto) e Leandro Couri (fotos), Estado de Minas

quinta-feira, 3 de abril de 2014

RODADA DUPLA DA COPA INDEPENDENTE TEM OITO GOLS EM TRÊS JOGOS

A bola foi parar na rede oito vezes nos três jogos da rodada dupla da 17ª Copa Independente – Troféu Café Jequitinhonha, que aconteceu neste final de semana no Ninho da Águia. Em jogo antecipado do Grupo C, o Buriti foi derrotado pelo Independente por 2 x 0. Sales e Borracha fizeram os gols do time azul e branco anfitrião da competição. O melhor em campo, que faturou o prêmio do Café Jequitinhonha, foi Borracha, do Independente.

No domingo, dois jogos do Grupo B movimentaram a tarde. No clássico do bairro Piedade, considerado o melhor jogo da rodada, o Império do Morro venceu o Cometa por 3 x 2. Rafinha, Cleiton e Adilson marcaram para o Império, e os gols do Cometa foram feitos por Dim Procópio e Rogerinho. O melhor jogador em campo, que faturou o prêmio do Café Jequitinhonha, foi Rafinha. No jogo seguinte, o Serrano de Itamarandiba venceu o Atlético Aparecida por 1 x 0, com gol de Júnior César. O melhor em campo, que faturou o prêmio do Café Jequitinhonha, foi Rafael.
Na próxima rodada, 6 de abril, às 14h tem Independente de Itamarandiba X Mendonça de Veredinha. E, às 16h, haverá jogo festivo entre Indé de Capelinha e o time Berilo. Será disputado o troféu Dão de Maninho, em homenagem ao saudoso Márcio Ribeiro.

RESULTADOS DA RODADA DUPLA
Buriti de Turmalina 0 x 2 Indé de Capelinha
Cometa 2 x 3 Império do Morro
Atlético Aparecida 0 x 1 Serrano de Itamarandiba

PRÓXIMA RODADA, 6 DE ABRIL
14h: Independente de Itamarandiba X Mendonça de Veredinha
16h: Jogo Festivo – Indé de Capelinha X Berilo
Além de futebol, o Ninho da Águia tem ainda academia ao ar livre, quadra de peteca, futebol feminino, barzinho, barraquinhas, sonorização e ambiente familiar. E tem ainda os treinos das escolinhas de Base, entre elas o projeto Bom na Escola e Bom de Bola, do eterno craque do Indé, Paulinho de Gerson, que agora treina também a categoria sub-12 do time azul de Capelinha. Mais informações pelos telefones (33) 9103-7385, 9108-6764 e 9115-1899.

Texto: Rosa Santos, Jornal Acontece Regional

Blogger Themes

2leep.com

 
Powered by Blogger